Novidade no mercado

Publicação do Diário de Pernambuco de 23/02/17–

Em busca de criar empreendimentos imobiliários premium, a Haut Incorporadora e Design entrou no mercado nordestino a fim de fugir do lugar comum. O empresário e arquiteto pernambucano Thiago Monteiro aposta na experiência que obteve em 12 anos trabalhando no segmento. A incorporadora promete originalidade, já que Monteiro também é sócio da Max Plural, construtora que aposta em um design mais contemporâneo. “Havia cansado de dar ideias e poucas delas serem aprovadas. Decidi virar protagonista e trazer algo novo para o estado, que seja diferente do que os pernambucanos estão acostumados  a ver”, explica Thiago.
A iniciativa partiu depois que o mercado imobiliário apresentou uma melhora nas vendas.  “Percebo que este segmento do mercado (premium) é o grande negócio, apesar de ainda estar se recuperando a passos lentos”, comenta Monteiro. O objetivo do incorporador é alcançar o público “A” através de produtos com propostas novas e ousadas. “É necessário oferecer algo diferenciado para chamar a atenção do nosso cliente que está querendo cada vez mais algo inovador”, aponta Thiago. Para ele, é necessário uma reciclagem na construção civil, em busca de novos aparatos tecnológicos e dinâmica de consumo. “A construção civil precisa copiar a automobilística, que sempre aplica inovação a cada produto que lança. O nosso setor continua fazendo o mesmo de 30 anos atrás. Poucos querem inovar”, completa o arquiteto.
Após ser apresentada, o próximo passo da construtora será a execução do seu primeiro empreendimento, o hotel boutique Neue, em João Pessoa (PB). Ainda este ano, a novidade também será lançada na capital pernambucana. “A ideia por trás do Neue é que os recifenses possam experimentar um hotel que não seja somente para turistas, e sim para a cidade. Ele terá vida, atividades e pessoas que habitam a região”, comenta Thiago Monteiro. O lugar vai contar com dois restaurantes no térreo, um rooftop e outros ambientes de convivência. A ideia é que o hotel não dependa apenas de hospedagem para se manter. Segundo o empresário, algumas marcas já estão sendo negociadas para ocupar esses espaços.
A previsão, de acordo com o empresário, é que a incorporadora invista em mais outros três lançamentos em 2017. São dois residenciais na Zona Norte do Recife – especificamente no Poço da Panela e em Casa Forte – e um no Litoral Sul do estado.

Sem concorrência
A Haut funciona como uma extensão da Max Plural, já que ambas possuem conceitos semelhantes que visam agregar funcionalidade, flexibilidade, estética, tecnologia e história em seus empreendimentos. No entanto, são empresas independentes uma da outra. “Mesmo com propostas semelhantes, as duas marcas não são concorrentes entre si. Enquanto a primeira visa o cliente de alto padrão, a segunda busca atingir a classe média”, explica Monteiro. A Max está com dois empreendimentos em obras com previsão de entrega para o final do primeiro semestre de 2018. O edíficio Stark está sendo construído na beira-mar de Piedade com unidades a partir de 39 m2. Enquanto o edifício Loft fica a 300 metros da praia de Boa Viagem e conta com apartamentos que variam entre 30 m2 e 100 m2.

Veja mais em:  http://www.impresso.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/suplementos/lugar-certo/2017/02/23/interna_lugarcerto,163845/novidade-no-mercado.shtml

Ver mais noticias